Franklin Graham durante pregação (Foto: Reprodução/YouTube)

O respeitado pastor norte-americano Franklin Graham, diretor da Associação Evangelística Billy Graham, criticou o presidente dos Estados Unidos, o democrata de extrema esquerda Joe Biden, por usar o nome de Deus na defesa do aborto.

Enquanto a Bíblia condena a prática, vista como assassinato de bebês no ventre materno, Biden afirmou que como “filho de Deus” pode defender a prática. A fala se deu durante vazamento de documento da Suprema Corte que mostra possível derrubada da jurisprudência que permitia o aborto.