Depois de um período navegando por mares turbulentos, Giulia Gam encontrou sua zona de calmaria. Diagnosticada com depressão, a atriz precisou alterar rotas e fazer um mergulho em busca de autoconhecimento. Agora, emerge com fôlego renovado, embalada pelo apoio do filho, o músico Theo Bial, de 22 anos, fruto do casamento com o apresentador Pedro Bial:

- Eu tive uma depressão muito profunda. Achei melhor me recolher. Não tinha segurança para aceitar um trabalho e eventualmente não conseguir levar a cabo. Às vezes é difícil perceber, diagnosticar... Acabei me afastando. Quando fui fazer 'Novo Mundo' (2017), não consegui gravar num dia. Isso nunca tinha acontecido na minha vida. Fiquei muito assustada. Era um papel maravilhoso, a Carlota Joaquina. Eu tenho que saber lidar com isso para poder trabalhar. Agora, já estou mais segura, tendo mais perspectiva. Acho que estou sabendo elaborar melhor o que aconteceu. Me sinto mais estruturada, com terapia, medicação, essas coisas todas. É a primeira vez que falo da depressão. Sempre falaram por mim. Estou bem, me voltando ao máximo para os amigos e para a família. Fui recentemente para um sítio em Cotia (em São Paulo) para um piquenique bem reduzido com familiares. Foi bem importante. O Theo fica feliz porque estou bem. 

Giulia, de 53 anos, explica que vários fatores desencadearam o processo: