10 de setembro de 2019 às 08:43

Siamesas que nasceram unidas pelo abdômen deixam o hospital, em Goiânia Elas estão com bom estado de saúde, se alimentando com um leite especial e devem continuar na capital pelo menos pelos próximos dias.


Crédito:Corpo de Bombeiros/Divulgação

As gêmeas siamesas que nasceram unidas pelo abdômen deixaram o Hospital Materno Infantil, onde estavam internadas, em Goiânia, na segunda-feira (9). Elas estão com bom estado de saúde, se alimentando de leite especial e vão ficar os próximos dias em uma casa de apoio

Laura e Laís nasceram no dia 15 de agosto na Bahia e, no dia seguinte, foram transferidas para Goiânia. Elas compartilham fígado, bexiga e intestino. A mãe delas precisou ficar internada e, desde então, as irmãs são acompanhadas pela tia.

“A sensação é de medo e ansiedade, mas estou confiante que vou dar conta. Elas estão bem e estou doida para voltar para a Bahia para apresentar elas para a família, eles não veem a hora de conhecer as duas”, disse a tia, Lina Soares dos Santos.

A mãe das siamesas deve chegar a Goiânia ainda esta semana. A família vai ficar em um abrigo, que foi preparado especialmente para receber as gêmeas. “Estamos aguardando a chegada da mãe e vamos ver quais medidas podem ser tomadas, porque elas ainda precisam de cuidados, serem vacinadas antes de viajar”, disse o médico Zacharias Calil, que acompanha o caso.

Ele explicou ainda que as meninas precisam de um leite especial e que as duas já ganharam muitas doações, mas ainda vão precisar de vários cuidados. Sobre a cirurgia de separação, ela deve acontecer só daqui um ano.

“Elas estão bem, mamam 40 ml de leite cada uma a cada três horas. Sobre a cirurgia, ainda é preciso esperar, porque elas ainda precisam colocar expansores de silicone aos oito meses para criar pele”, completou.



Fonte: G1 GO

comentários

Estúdio Ao Vivo