26 de novembro de 2019 às 10:30

Gugu Liberato deixa herança avaliada em R$ 170 milhões Apresentador, que morreu aos 60 anos, deixando três filhos, figurava entre algumas das celebridades mais ricas do Brasil


Crédito:Reprodução/Instagram

O apresentador Gugu Liberato, que teve a morte confirmada na sexta-feira, 22, deixa um patrimônio estimado em R$ 170 milhões, que legalmente, herança de sua família e será de direito de seus herdeiros - levando em consideração possíveis deduções de passivos, como dívidas e outros. Em uma lista divulgada em março deste ano pela revista Forbes, na qual estavam as dez celebridades brasileiras com os maiores patrimônios, ele figurava na sétima posição, à frente de outros colegas, como Ana Maria Braga (R$ 105 milhões) e Roberto Justus (R$ 45 milhões).


Quem liderava o ranking, na ordem, era Silvio Santos, seu ex-patrão do SBT, com aproximadamente 7 bilhões de reais; seguido por Xuxa, Pelé, Ivete Sangalo e Gisele Bündchen. Apesar de ser reconhecido por seu trabalho na televisão, Gugu fazia parte de diversos tipos de empreendimentos.

O apresentador chegou a ser dono de uma emissora de televisão no Mato Grosso, montou uma boate com Miguel Falabella, que funcionava no bairro da Mooca, em São Paulo, além de ter contratos publicitários e demais rendas geradas por royalties em produtos licenciados.

Acidente de Gugu Liberato
Gugu caiu na quarta-feira (20) de uma altura de cerca de 4 metros. Ele estava no sótão de sua casa em Windermere, nos arredores de Orlando, arrumando o ar condicionado, quando o piso, que era de gesso, cedeu, e o apresentador caiu no chão da cozinha, lesionando a cabeça dos dois lados. Rose di Matteo, mulher de Gugu, estava em casa no momento do acidente acompanhada de amigos, bem como os três filhos do casal, João Augusto, Marina e Sofia. Foi João quem se encarregou de chamar a ambulância para socorrer o apresentador.

Gugu Liberato com os três filhos, João, Marina e Sofia (Foto: Reprodução Instagram)


Fonte: Globo.com

comentários

Estúdio Ao Vivo